Moda não cruel: Sapatos | Cruelty free fashion: Shoes

Como já tinha dito, tem vindo a ser cada vez mais uma preocupação minha o processo de fabrico e os meios de obtenção dos materiais usados nas peças de roupa e calçado que compro e uso. E por isso tenho tido mais atenção às políticas de produção das empresas, e procurado escolher aquelas que me parecem mais razoáveis.

No mesmo sentido, e porque me parece uma questão de coerência para quem, como eu, se manifesta abertamente contra os maus tratos a animais, tenho também tentado reduzir o número de artigos em pele que compro (da mesma forma que tenho vindo a reduzir o meu consumo de carne e a substituí-la por outros alimentos capazes de me fornecer níveis muito idênticos de proteína, e passado a comprar produtos lácteos de agricultura biológica). É um facto mais ou menos incontornável que os animais da indústria pecuária são mantidos em condições inimagináveis e abatidos por recurso a métodos muitíssimo cruéis… =’| Eventualmente um dia vamos ser uma Humanidade diferente, e para lá chegarmos é importante que sejamos a mudança que queremos ver acontecer, certo?

Como, não sendo propriamente a pessoa com o maior sentido de estilo do mundo, gosto de moda e de coisas bonitas, a conciliação deste meu interesse com aquela preocupação nem sempre é fácil. Mas é perfeitamente possível, e no fim do dia pode até trazer vantagens “colaterais”, como a poupança de valiosos €€€ por ser mais seletiva na hora de comprar.

Uma das mudanças menos fáceis é a que respeita a sapatos. Como a esmagadora maioria das mulheres, gosto MUITO de sapatos e a maioria dos que geralmente encontro à venda e que me entusiasmam são feitos de… pele.

Mas, no meio da infinita oferta disponível, encontrei alguns super giros e super “fashion”, que não envolvem a utilização de qualquer material de origem animal! Deixo-vos abaixo o meu top 3:

Shoes Collage

Todos estes foram comprados na ASOS e entregues numa semana ou menos.

E podem vocês perguntar: “E quem faz estes sapatinhos? Será pago a 3 dólares por cada 20h de trabalho consecutivo?”

Pois bem, a ASOS divulga no seu site o código de ética pelo qual orienta o seu negócio, e que inclui princípios como o pagamento de salários dignos, a proibição do recurso a trabalho infantil e o não estabelecimento de turnos de trabalho com carga horária excessiva. A empresa regista todos os seus fornecedores e fábricas a que recorre. Estes fornecedores e estas fábricas são regularmente auditados para poder ser verificado se seguem ou não o código de conduta da empresa. Mais informação aqui.

Espero que a informação possa ser útil para algun(ma)s de vocês! Eu vou tentando ser mais “verde” e menos “cruelmente consumista” todos os dias, e partilhando a experiência por aqui.

Bom fim de semana! =)

As I said before, it has been a growing concern of mine the production process of the things I buy and wear, as well as the the way their composing materials are obtained. And so I have been paying more attention to the companies production policies and choosing to buy from the ones that have those which seem more reasonable to me.

Also, and because it’s kind of a matter of consistency for someone who, like me, is really committed to the fight against animal abuse, I have been trying to reduce the number of leather articles I buy (as well as my meat consumption rate, which I have been replacing with other things that can give me the same amount of protein, and I have also been buying all dairy organic). It is kind of an undeniable fact that animals in the livestock industry are kept in unimaginable conditions and slaughtered by very cruel means… =’| Eventually one day we will be a different Kind of people, and to get there it’s important to be the change we want to see happen, right?

Although I’m not the person with the most accurate sense of style, I like fashion and nice things, and being able to balance this interest of mine with those concerns is not always easy. Still, it’s perfectly doable, and at the end of the day it can come with some collateral perks, such as saving some valuable €€€ by being more selective when it comes to buying stuff.

One of the most difficult changes to achieve is, in my opinion, the one regarding shoes. As most women, I REALLY love shoes and most of the ones I normally find are made from… leather.

But among the endless supply available, I found some very cute and trendy alternatives that don’t involve any animal materials! Yay! The image above shows you my recent top 3. They were all bought at ASOS and delivered within a week.

Still you may ask: ” What about the people who made these shoes? Were they paid 3 $ for every 20 hour workday?” Well friends, ASOS mentions they set their business by a code of conduct, which includes principles like the payment of living wages, the prohibition to use child labour and to establish excessive working hours shifts. They register all the suppliers and factories they use, and engage independent audits to inspect them and make sure they comply with each of the provisions of their code of conduct. You can find out more about it here.

So, I hope some of you find this information useful! I’ll keep trying to go greener and cruelty-freer everyday, and sharing it through here. 

Have a nice weekend! =)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s