Riscas com riscas | Stripes and stripes

 

Saia marinheira Collage

 

Inspiração | Inspiration: Mini saia às riscas Madewell | Madewell striped mini

Molde | Pattern: Sem molde! Basicamente, costurei retângulos uns aos outros… (Podia tentar descrever a coisa de forma a que parecesse tudo mais profissional, mas não sei se consigo…) Depois, enfiei o saquinho sem fundo em mim e marquei o sítio das pinças. No fim, costurei um fecho lateral e rematei com fita de vies. | No pattern! I basically sewed a few rectangles together (I could try and describe this to make it look a bit more professional, but I’m not sure that’s possible…) Then I put on the little bottomless bag and marked the darts. At last, I sewed the side zipper and finished with bias tape.

Ta-da!!!

Saia styling Collage

A saia Marie (ou como finalmente percebi como se une uma linha curva a uma reta)

O objetivo inicial era fazer uma saia com pregas à frente. Aliás, a ideia do molde que usei é precisamente essa. Mas depois de acabado o trabalho, pareceu-me que, como a ganga que usei é ligeiramente elástica, e eu devo tê-la esticado um tudo nada demais ao costurá-la, a costura lateral ficou um bocadinho ondulada… E foi então que resolvi rodar a saia 90º para a esquerda e… não ficou mal! As pregas ficaram de lado, e o fecho atrás, o que me parece bem também. A informação a reter aqui é que fiz uma saia de ganga, com pregas! Do nada! Consegui inclusivamente perceber como se une uma linha curva a uma linha praticamente (e praticamente é uma palavra chave nesta frase) reta!

O molde é da BurdaStyle.com, e pode ser descarregado aqui.

O tecido é um dos que comprei há uns fins de semana atrás.

O forro da saia

Ontem a minha mãe lembrou-me que, sendo a saia de veludo (que é grosso, e claramente um tecido de inverno), precisava de um forro, para não se colar aos collants quando eu a usar… Faz todo o sentido, mas esta novidade trocou-me um bocado as voltas. Isto porque o molde do livro parece-me ter sido pensado para o verão, uma vez que não vejo lá instruções sobre como acrescentar um forro à coisa… E por isso, terei que apelar à criatividade e ao engenho. Neste momento, honestamente, estou um tudo-nada perdida. Tenho para mim que me sobra tecido dos lados, e além disso o tecido do forro – que segundo a senhora da retrosaria, que é uma querida, é “um tafetá que parece seda!” – escorrega como o raio…

De qualquer forma, avançarei intrepidamente, com a minha fiel companheira de costura.

Pode ser que amanhã me surja um qualquer método simples e rápido para fazer tudo como deve ser. Hoje já não vejo bem como.

 

Projeto fevereiro: a saia de veludo

E porque parar é morrer, este fim de semana já avancei com o projeto fevereiro! Vai ser uma saia de veludo cor-de-rosa, que comprei no Ikea, com interior num tecido estampado que, tal como o tecido azul que usei no Sorbetto top, saiu do baú da minha mãe. O molde é do livro Simple Modern Sewing: 8 Basic Patterns to Create 25 Favourite Garments.

Ora vejam:

More on this later!